Vale a pena investir na bolsa de valores? – PAN #02

Vale a pena investir na bolsa de valores? – PAN #02

Como ler a Bíblia faz você ganhar mais dinheiro?

Eu sempre falei que a bíblia é talvez o livro de auto ajuda de riqueza mais importante, especialmente os capítulos de Eclesiastes, Provérbios, Cantares e Salmos.

Eles foram escritos por duas das pessoas mais ricas da humanidade, o rei Davi e o rei Salomão. 

Então se você conseguir ler nas entrelinhas, tem muito insight de negócios, de dinheiro, de riqueza, de mentalidade, de abundância, nesses capítulos.

Pra você que quer se aprofundar nessas lições bíblicas que você pode trazer para os negócios, eu recomendo dois livros: “A Mensagem Viva do Cristo” que é uma transcrição dos quatro evangelhos de Jesus Cristo, em uma linguagem muito simples e atual. 

E o segundo é o livro “Todas as Respostas” de Max Gehringer, ele pega versículos bíblicos e comenta termos do mercado de trabalho, mercado financeiro, e mercado de empreendedorismo.

Então, esses dois livros te ajudam a entender muito mais a relação entre as escrituras sagradas e o mundo dos negócios.

Lembrando que eu até já escrevi em algum livro desses aí, foi no Wall Street, que uma das minhas mentoras é a Folorunsho Alakija.

Ela é só a mulher mais rica do mundo (ultrapassou a Oprah…na verdade, hoje nem tanto, porque parte da riqueza dela tem a ver com petróleo nigeriano, e os preços do petróleo nigeriano despencaram). 

E eu perguntei pra ela, se ela pudesse me dar um conselho de vida, eu tinha sei lá…uns 23 anos quando conversei com ela pela primeira vez, e ela falou “God is about business, and business is about God”, entendeu? Reflete aí, e se não entendeu: traduz. 

Principais diferenças entre ser pobre e rico em mentalidade

Eu conseguiria isolar uma característica muito importante que é a mentalidade da ESCASSEZ e a mentalidade da ABUNDÂNCIA.

Eu diria que o pobre pensa mais nos riscos e o rico pensa mais nos retornos.

Em outras palavras, o pobre tem medo e o rico usa o medo para se automotivar e executar e assim diminuir o medo.

Ele usa aquele medo pra diminuir ele mesmo, aquele é seu inimigo e você usa a força do seu inimigo pra matar ele próprio. 

E outra coisa é o conceito da CONVEXIDADE. Tem muito a ver com o que eu sempre falei da escalabilidade.

Por exemplo, o pobre ele pensa limitado, em termos de “eu vou ali e vou trocar a minha hora pelo dinheiro”, só que o dia tem um número limitado de horas.

E o rico ele entra em coisas que podem dar um retorno infinito pra ele, e ele sabe que vender hora não é uma dessas. 

Eu vendo minha hora por R$50.000,00, uma hora de mentoria comigo é R$50.000,00.

É claro que inclui um ano no grupo, na fraternidade, inclui o RH, inclui os nossos eventos mensais.

Mas eu uso esse roléx de R$50 mil no meu pulso para entender que a minha hora vale isso, é meio que um gatilho mental que eu uso “Ei, Raiam, a sua hora vale R$50.000,00, não perca seu tempo com coisa inútil, não venda sua hora”.

E sempre pense em escala, em coisas que você pode trabalhar X, e ganhar 10/100/1000 X, de maneira geométrica igual a curva do Covid.  

É verdade que depois que a pessoa faz o primeiro milhão os outros milhões vem mais fácil e rápido? 

É verdade sim, eu demorei…bom, eu fiz o meu primeiro milhão com 23, mas eu perdi rápido…

Aí depois…vamo dizer que eu demorei 28 anos pra ter meu primeiro milhão parado na conta, e eu demorei 18 dias pra ter o segundo milhão, demorei mais 30 dias pra ter o terceiro, demorei mais 3 meses pra ter o 10º milhão.

Então, realmente…é igual a andar de bicicleta e como transar.

Você passa sua vida toda na expectativa para que aos 16 anos você perca a sua virgindade, depois do momento que você perde você entende que é algo natural, você aprende o processo, e cara…quem perde a virgindade aos 16 não transa só uma vez na vida, você vai se aprimorando, vai melhorando suas técnicas.

De todo o dinheiro que você ganha, investe uma parte na bolsa ou em você?

Isso aqui até que é meio hipocrisia da minha parte, porque eu sempre falei pra não investir na bolsa e investir em você.

Mas quando você chega ali nos seus 3, 4, 5 milhões, você não tem mais espaço pra reinvestir toda aquela grana em você.

E você não tem como deixar o dinheiro parado nem na poupança, nem na conta corrente, e nem mesmo no tesouro direto com uma Selic pagando tão pouco, abaixo da inflação como hoje em dia.

Então, pra não deixar o dinheiro parado, eu realmente coloquei uma grana na bolsa, mas eu tenho dezenas de milhões.

Eu sempre falo, quem tem mais de 5 milhões, cara…tem que diversificar, tem que colocar o dinheiro na bolsa, ou em Private Equity.

Mas pô, pra 99% de vocês que estão lendo, eu recomendo investir em você, em conhecimento, em networking e experiência de vida.  

Ah! E teve um agravante.

Nessa crise de corona eu acabei perdendo uns 2 milhões de reais, 2 milhões em termos de variação patrimonial, eu não perdi porque eu não vendi aqueles ativos.

Mas o que aconteceu: eu meio que mordi a língua da hipocrisia. 

Eu falei “ Cara… essa grana que tá entrando aqui, eu não vou colocar na minha conta da corretora, eu vou pegar ela e vou socar na minha empresa”.

E aí o que eu fiz, eu contratei mais dez pessoas, comprei mais duas startups, eu entrei em mais sociedade.

Tô fazendo essa grana girar na minha mão, e não na mão do gestor, nem do fundo, e nem da empresa lá que eu to investindo na bolsa. 

Qual o mais inteligente a se fazer, comprar tua mentoria ou teu curso? Suponhamos que tenho dinheiro para um dos dois.

“Suponhamos que tenho dinheiro para um dos dois”…

Então, você volta a me procurar quando você tiver dinheiro. 

Não! To brincando. 

Bom, tem uma grande diferença entre comprar meu curso e comprar minha mentoria.

No curso você compra o meu conteúdo, você paga 1000… 2000… 3000 reais e você tem acesso ao meu conteúdo gravado, e também ao suporte da minha equipe de suporte. 

Eu tenho três pessoas na minha equipe que te ajudam, que te respondem, mas você não tem acesso a mim.

Na mentoria você tem acesso a mim e a minha rede de contatos, a minha fraternidade. E além disso você tem acesso ao conteúdo que está no curso. 

Você fala comigo, pergunta pra mim, tira dúvidas…

A minha mentoria é 10 ou 20 vezes mais cara que os meus cursos. 

Mas querendo ou não, você pensa…lembre dos três pilares sobre investir em você mesmo: investir em conhecimento, experiência de vida e networking. 

No curso você só investe em conhecimento. 

Na mentoria (que é fazer parte da nossa fraternidade: sub 19, sub 25, sub 35 e Million) você compra o meu conhecimento e do grupo.

Você compra networking porque você entra em um lugar onde as pessoas são melhores do que você, as pessoas têm uma mentalidade muito mais avançada e muito mais abundante e muito mais gratidão do que o resto da população, esses são os nossos valores. 

E também experiência de vida porque você tá sempre nos nossos eventos ao redor do mundo, a gente já teve evento em mais de 20 países, e é algo que mudou a vida de muita gente.

Então, se eu tivesse grana, eu escolheria a segunda. 

Por que a maioria das pessoas de sucesso tiveram uma vida fodida antes? Digo em relação a uma infância difícil, problemas com dinheiro, etc.

Bom, essa resposta é fácil.

Acho que o grande segredo do sucesso se chama antifragilidade, é você apanhar da vida e sair mais forte.

E é uma discussão que eu tava tendo comigo mesmo esses dias, que meu filho vai nascer muito rico. 

E a minha preocupação é como eu vou implantar essa semente da antifragilidade no muleque que cedo ou tarde vai saber que o pai dele tem MUITA grana.

Mas voltando ao ponto, é o seguinte, as pessoas de muito sucesso entram no sucesso porque elas são do business, elas tem grandes empresas ou elas são grandes atletas.

E pra você ser um grande empresário ou um grande atleta, você precisa abdicar de muita coisa, você tem que apanhar muito, tem que dizer não pra muitas pessoas e muitas coisas e muitas oportunidades, pra dizer “sim” pra você mesmo.

Então, ao dizer não para pessoas, para oportunidades e coisas, você acaba apanhando pra caraca. 

E se frustrando. 

E só vence aquele que se frustra, e usa aquela frustração pra ficar mais forte. 

O nome disso é antifragilidade, que é muito diferente da resiliência. Esses dias eu até tava vendo os stories do Sapo Cego e ele falou sobre uma metáfora da hidra, do copo e da pedra.

O copo cai, quebra. 

A pedra cai e fica do mesmo jeito. 

E a hidra: corta uma cabeça dela e já nasce mais cinco.

Esse ai é o antifrágil, que é diferente do resiliente. 

O resiliente é a pedra: apanha e continua do mesmo jeito.

A hidra: apanha e continua mais forte. 

Então esse é o segredo do sucesso, na minha concepção.


Gostou desse conteúdo?

Veja o próximo: Porque [email protected] Te Deixa Pobre e Burro? - PAN #03

Veja o anterior: Marketing Digital está saturado? - PAN #1

 

Kobe Blog