Browse By

Storytelling: o que é e como aplicar no seu negócio

Vender um produto, seja ele qual for, requer diversas estratégias que façam com que o público-alvo reconheça a necessidade e opte por adquirir aquilo que seu negócio oferece. Mas, em um mundo com cada vez mais informações por todo lado pode ser difícil chamar a atenção. Por isso, hoje iremos falar sobre o que é storytelling e por que essa ferramenta pode te ajudar nesse impasse.

Estratégias para chamar a atenção do público existem várias. Mas inovar e fazer algo diferente é o que realmente fará a diferença nos resultados. Existem grandes desafios na divulgação de um serviço nos dias de hoje e apostar sempre no mesmo pode prejudicar o andamento dos negócios.

Por isso, confira tudo sobre o storytelling e veja como utilizar essa ferramenta. 

O que é storytelling?

Storytelling basicamente significa contar uma história. Mas, não é tão simples quanto parece. Existem diversas nuances por trás dessa habilidade que podem impulsionar compras e trazer muitos resultados positivos quando aplicada ao marketing, preferencialmente digital. 

O storytelling busca, por meio de elementos persuasivos, contar uma história que faça sentido e desperte emoções nas pessoas. Essas emoções devem levá-la, ao final da história, a sentir a necessidade de adquirir um produto ou um serviço, que será o ponto principal de seu negócio.

Deu para começar a visualizar de que forma o storytelling pode auxiliar nas vendas? Claro que é preciso saber o que está fazendo e ter objetivos bem definidos com essa ferramenta, pois assim a história fará sentido e conseguirá atingir o público de forma eficiente. 

O storytelling deve ter um enredo bem construído, narrativa que envolva o público e deve usar recursos visuais. Um dos maiores desafios hoje em dia para quem quer fazer um produto ser notado é conseguir chamar a atenção do público. 

Alguns dados demonstram que um grande número de pessoas não lêem tudo o que vêem na internet. Isso significa que uma pessoa pode até passar pela página de seu produto mas isso não dá garantia que ela saberá sequer sobre do que ele se trata. 

Por esse motivo, os recursos audiovisuais como vídeos, gifs, fotos, etc. são elementos de muita importância no storytelling. Sabendo o que é storytelling e como utilizar esse recurso, você estará investindo em técnicas que ajudarão a vender seus serviços com mais facilidade. 

A construção de um storytelling

Contar uma história é um recurso utilizado há milhares de anos. Nosso conhecimento é transmitido e apreendido de forma mais consistente quando incorporamos histórias a ele. Utilizar esse recurso para atrair e conquistar um público específico é uma forma válida, interativa e que pode ser muito divertida. 

Existem alguns elementos indispensáveis na construção de um storytelling. Todos os elementos da história devem fazer sentido e mirar no objetivo final e para isso existem 3 elementos fundamentais: técnicas narrativas, conteúdo e fluidez. 

A técnica narrativa é preciso definir os caminhos que irão sustentar o conteúdo. Quais serão os personagens, o enredo, etc. O conteúdo trata-se justamente dos detalhes da história, seu conteúdo deve ser chamativo e envolvente. E por fim, a fluidez é um recurso utilizado para prender a atenção. Uma história deve ser contínua e criar expectativas quanto à sua continuação mas sem causar a sensação de interrupção.

Por exemplo, uma empresa criou uma série de 3 episódios a fim de lançar um novo produto. É necessário pensar em quais serão as datas de lançamento de cada episódio para que o público fique apreensivo e não se esqueça do conteúdo, garantindo a fluidez e atingindo o objetivo principal.

Narrativas para basear seu storytelling

No mundo da contação de histórias é possível observar alguns tipos de histórias que seguem uma narrativa comum, modificando personagens e contexto, mas mantendo a mesma estrutura. São estruturas “prontas”, que possuem um sentido narrativo que despertam diferentes emoções e conexões com o público. 

Iremos mostrar a seguir três exemplos de histórias com ótimas estruturas para um storytelling de sucesso. 

Jornada do herói

 

Esse é um dos recursos mais conhecidos e clássicos quando o assunto é o que é storytelling. Muito utilizado em filmes, a jornada do herói se baseia em contar uma história de inspiração que contém desafios e obstáculos. Confira a sequência:

 

  • Chamado para a aventura
  • Resistência à esse chamado
  • Surge um mentor e há a aceitação da missão
  • Enfrenta problemas e obstáculos
  • Supera os desafios
  • Retorna à vida anterior e inspira o público

Do fracasso a fama

O próprio nome já diz, não é? Essa construção visa a inspiração por meio de uma descoberta revolucionária que poderá mudar sua vida (pode ser o seu produto, por exemplo). Veja:

  • Problema específico
  • Há uma descoberta de algo que pode ajudar
  • Descoberta revoluciona a vida e acaba com o problema
  • Exibição e compartilhamento de como sair do problema e atingir o sucesso

Você consegue pensar em alguma propaganda que utiliza esse recurso?

Jornada do idiota: o recurso desse storytelling é aproximar o público de seu serviço ou produto. A mensagem final é que a de que todos podem alcançar um objetivo desde que utilize o caminho que você indicar. (novamente, um serviço ou um produto, por exemplo). Confira as etapas:

  • Exposição de luta e dificuldades
  • Apontamento para como era a vida antes de descobrir o que você sabe e o que ajudou
  • Autenticidade, não ter vergonha de mostrar os erros
  • Incentivo aos outros a fazerem mais por si
  • Retomada à vida de como era antes de descobrir a solução

Esses foram alguns exemplos de narrativas de storytelling que são amplamente utilizadas. É claro que há diversas modificações de acordo com o contexto e com o objetivo da narrativa.

Por fim, agora que você já sabe o que é storytelling, esperamos que essa ferramenta possa alavancar suas vendas. Investir em novas estratégias pode ser um ponto de virada para o seu negócio.