Browse By

Aprenda A Arte De Como Fazer Networking Em Evento

Você acha que festas só servem para beber e se divertir? Você está muito errado, parceiro. Esses locais podem ser perfeitos para praticar o famoso networking e aumentar as suas chances de ganhar dinheiro.

O networking você já sabe o que é. É aquela coisa de encontrar pessoas, falar do seu trabalho, trocar uns cartões de visitas e tal.

Nesse rolê você descobre um monte de gente interessada no seu trabalho também, uma galera que pode te contratar ou indicar os seus serviços, tá ligado?

Eu trouxe algumas dicas infalíveis para que você aprenda a arte de fazer networking e melhore as suas relações profissionais. São técnicas que ajudarão você a aproveitar melhor os eventos para estreitar os laços com um pessoal foda.

Dicas infalíveis para você fazer networking em eventos

A primeira coisa que você deve saber é que o networking é uma parada capaz de trazer diversos benefícios para o seu trabalho. É por isso que você vê um monte de empresário pica, cheio de grana no bolso, mas que continua praticando essa técnica.

O negócio funciona mesmo! Mas para funcionar você precisa saber fazer, vacilão. Vai pensando que é só chegar num lugar e começar a jogar conversa fora…A arte de fazer networking em eventos vai muito além.

Saiba quem são os convidados

Para começar você deve saber quem são os convidados desse evento. Pô, se você quer trocar uma ideia e conhecer as pessoas, precisa primeiro saber quem é que vai colar no rolê.

Tente descolar isso com a organização, procure no site oficial, converse com outras pessoas. Sabendo quem estará presente partimos para a segunda dica infalível para fazer networking em eventos.

Saiba com quem você quer falar

Agora que você já sabe quem são os convidados fodas do evento, é hora de decidir com quais deles você quer falar. Deixe o seu lado tiete de lado, e pense em falar com as pessoas que podem lhe agregar alguma coisa.

Tenha uma lista com pelo menos 5 nomes para conhecer durante o evento. Aí você não vai ficar feito um pinto no lixo, ciscando para todo lado. Quando chegar no local saberá exatamente o que fazer e aonde ir.

Aprenda a se apresentar e a vender o eu peixe

O networking em eventos é a chance perfeita para você vender o seu peixe e aumentar a sua rede de contatos profissionais. Mas todas as oportunidades podem ser perdidas logo na apresentação, se você não souber como fazer isso.

Uma coisa importante é causar impacto já no começo. Então saiba como se apresentar, falando de seu cargo e da empresa que você representa. Mas não vai disparar a falar, hein?

É importante dar espaço para que a outra pessoa também se apresenta e assim vocês iniciem uma conversa na boa, sem pressão, leve e divertida. Mas sempre focando nos negócios, irmão.

Deixe a timidez de lado

Se você é do tipo tímido, o networking em eventos com certeza será um tratamento de choque para você. Mas isso é bom. Tem que deixar essa timidez de lado e meter as caras.

Tente se comunicar primeiro com o olhar. Se a pessoa tá cercada de gente, dê uns sinais de que quer conversar, seja simpático, sorria e espere a oportunidade perfeita para se aproximar.

A importância do cartão e visitas

Eu vou te falar uma parada aqui, e espero que você carregue isso com você para o resto da vida: um bom cartão de visitas pode ser o seu melhor amigo.

Ele é capaz de te apresentar para as pessoas, entregar o seu contato e mostrar brevemente as suas habilidades. Ele não faz “propaganda” de você, mas mantem a lembrança fresca sobre o que você pode entregar como resultado.

Funciona assim: você trocou ideia com um cara pica lá no evento. Ligeiro como é, você logo percebeu que ele se interessou pela sua conversa, e que pode querer contato com você em outro momento.

Numa cartada de mestre, você saca o seu cartão de visitas do bolso e entrega para ele. Meu irmão, o resto é obra do destino. Uma vez que você tenha cativado o cara no papo e tenha deixado o seu contato, é só esperar o retorno.

Não seja chato

Eu te falei aqui o que você deve fazer para praticar o tal networking em eventos. Agora vou te dar a dica do que não fazer.

Você não deve ser o cara chato, inconveniente . Evite alugar as pessoas por muito tempo, fique apenas o tempo suficiente para se apresentar, falar de seu trabalho, entregar o seu cartão e vazar.

Também não fique zanzando pelo lugar perdido, sozinho. As pessoas estão observando umas às outras por ali, e parecer “desocupado demais” pega super mal em um evento de negócios. Seu tempo vale dinheiro. Lembre-se disso.

Faça O “pós-venda” do evento

Você acha que o seu trabalho acabou depois de entregar meia-dúzia de cartões? Tá só começando, vacilão. Agora é hora de partir para o tal do “pós-venda”, ou “pós contato”.

Entre em contato com aquelas pessoas de maneira sutil. Adicione-as no LinkedIn, por exemplo. Mande uma mensagem breve dizendo “nos conhecemos no evento X e estou te adicionando aqui para mantermos contato”, ou algo do tipo.

Seja esperto. É importante se manter fresco na cabeça das pessoas, de modo que elas se lembrem de você caso precisem de alguma coisa. Use a internet a seu favor para isso!

Expliquei melhor essa hack no meu livro Hackeando Tudo – 90 Hábitos para Mudar o Rumo de uma Geração. Se ainda não conhece, recomendo fortemente conferir.

Por que fazer networking em eventos?

Os eventos reúnem pessoas interessadas em um mesmo assunto, um mesmo nicho. É uma forma de você cortar metade do caminho, e se reunir com quem pode realmente ter algum interesse no que você oferece.

Então, utilize esses espaços para isso: estreitar laços, conhecer novas pessoas, tornar-se conhecido na praça. Essa é a finalidade das feiras e reuniões de grupos com finalidade profissional.

Fazer networking em eventos é um dos caminhos possíveis para aumentar a sua rede de contatos profissionais. Aproveite isso para ampliar as possibilidades de ascensão em sua carreira.