Marketing Digital Está Saturado? – PAN #01

Marketing Digital Está Saturado? – PAN #01

Sei que você não faz isso, mas na sua opinião é possível viver 100% no modo Tim Ferriss trabalhando realmente só 4 horas por semana com negócio automatizado e delegado? 

Eu digo que sim, eu tô inserido nesse mundo de nômade digital há quase 6 anos e eu conheço gente que nem 4 horas por semana trabalham, tá? 

Eles automatizaram 100% de seus negócios. Só que aquela coisa, você vê que eu não trabalho só quatro horas por semana, eu trabalho, sei lá, 14 horas por dia, por que? 

Porque viver de renda passiva e lifestyle te leva até um lugar X, entendeu? 

Pra você que quer explodir, que quer criar uma empresa, criar um legado, você tem que trabalhar, suar a camisa e correr atrás, tá? 

Mas assim, eu tenho um amigo que mora em Budapeste, ele tem muitos sites, ele delegou administração desses sites para a equipe remota dele e ele não faz absolutamente porra nenhuma da vida, e ganha seus 50/60/80 mil reais por mês. 

Pra jogar esse jogo aí, dá sim pra trabalhar 4 horas por semana, mas pra jogar jogo de milhão por mês igual eu jogo, irmão, você tem que suar camisa. 

No meu caso suar camisa significa produzir conteúdo pro Youtube, gravar stories no Instagram, fazer suporte para os cursos online, tocar a minha equipe, ser um gestor, ser um CEO, pensar em novas fontes de renda, fazer calls com o pessoal da minha fraternidade, e por aí vai, esse é o jogo do milhão. 

Se você ganhar de 10 até 100 mil reais por mês dá, e eu fazia isso, eu era escritor, escritor trabalhava uma vez, e o livro tava lá me dando grana todo mês; o pessoal do youtube também é assim, o pessoal antigo do youtube que trabalhou muito durante anos, os vídeos antigos deles geram renda passiva e em dólar. 

Então jogar esse jogo de dezenas de milhares de reais por mês, ok. Jogar jogo de milhão por mês, tem que suar a camisa sim. 

E o papo de ser presidente do Brasil, tá de pé?

Não, era meio que uma jogada de marketing minha quando eu tinha 20/21 anos e dava aquelas entrevistas pra Globo pra meio que eletrificar as pessoas, já tava muito ligado nessas coisas de gatilho mental, de ser memorável e tal. 

Só que…tinha um pouquinho desse sonho? É, coisa de criança, hoje em dia eu vejo a vida de um Temer, a vida de um Bolsonaro, a vida de um Trump…me dá pena, porque não tem upside nenhum em ser presidente, entendeu? 

Você ganha menos, legalmente você ganha menos, R$35 mil por mês para aquele tanto de estresse, aquele tanto de hate, aquele tanto de puxação de tapete. 

Eu vi uma estatística de que os presidentes envelhecem 20 anos em 4 anos de poder! 

Você vê as fotos do Obama antes e depois de presidente, então isso é algo que eu não quero pra mim, as pessoas fariam pelo poder e eu não ligo pra poder, eu ligo pra dinheiro no bolso, viajar o mundo e fazer sexo.

E esses dias eu tava falando com o Luciano Huck lá em Davos, cara, tem que pensar muito nos outros, tem que ser muito altruísta pra você ser um Luciano Huck que ganha, sei lá, 2 a 10 milhões de reais por mês, tem uma família maravilhosa, e querer comprar essa briga de ser presidente, ganhando menos, tendo mais estresse, e também trazendo mais problema pra você, expondo sua família. 

Mano, de novo, eu não vejo nenhum upside em um cara empresário, um cara que venceu na vida, um cara que tem família, entrar na política; e esse talvez seja o problema do nosso país que pessoas do bem, pessoas que agregam valor, pessoas que estão construindo coisas, o custo de oportunidade pra entrar na política é muito grande. 

Eu vejo o Zema que é um cara bilionário, que já tava com tudo pronto, acabou sendo governador por acidente e mano…deve doer pra caraca, não sei porque uma pessoa…eu aprecio muito quem larga de mão do seu negócio, da sua família, que já zerou seu negócio, que já venceu na vida e entra na política, especialmente no executivo (prefeito, governador e presidente), porque política não só no Brasil como no mundo inteiro cheira muito sujo.

Você acha que marketing digital vai saturar? Vejo galera iniciando, não vai chegar uma hora em que não vai ter mais o que vender/criar?

Eu circulo em lugares que estão um pouco mais a frente do Brasil nessa curva de maturidade nesse mercado de marketing digital. 

Um exemplo é a Rússia e os Estados Unidos onde eu tenho residência em Los Angeles e eu te digo que o nosso mercado brasileiro está ali em 5-10…no máximo 20% do que é o mercado americano, então tem MUITA oportunidade. 

O que eu quero dizer é que saturou? Algumas coisas, alguns métodos. Cabe a nós, players do mercado nos adaptarmos constantemente, estudarmos os mercados mais maduros constantemente, para aplicar aquelas novas técnicas, aquelas novas ferramentas, com o “tempero brasileiro”. 

Só que realmente está muito longe de saturar, e literalmente é só o começo. 

Eu falo, cara, eu sou bilionário porque eu me sinto bilionário, eu estou posicionado num mercado gigantesco e ganhando meus milhões por mês.

Se você fizer um fluxo de caixa futuro e trazer aquilo ali DCF, descontar aquilo pra valor presente, o meu patrimônio já está em bilhão, entendeu? 

Juntando um pouco de lei da atração com finanças corporativas, eu realmente acredito nesse mercado de marketing digital, é algo muito promissor, e irmão…não saturou não. 

Vale a pena aprender chinês?

Vale, vale MUITO! 

Em terra de cego, quem tem um olho é rei. 

Pouca gente no ocidente fala chines fluentemente, e mais do que isso, pouca gente fala chines fluentemente e entende a cultura e os negócios na China. 

Por isso que eu entrei em sociedade com o Klaus (Mr. China), porque ele tem 20 anos desse mercado e eu sempre brinco que a China é um mal necessário, tá? 

Tudo está liderando para que eles dominem o mundo, viram a maior economia do mundo e você precisa estar posicionado pra isso. 

Lembrando que todo país do mundo que você vai, a classe alta, o pessoal de negócios, os decision makers, falam INGLÊS. 

Mas eu reconheço que é sempre um “plus” que você além de falar a língua local, entenda a cultura local; então se você tem tempo, se você tem auto motivação suficiente para aprender o idioma cuja dificuldade é bem grande, e você memorizou três mil caracteres em chinês, você ainda é considerado analfabeto. 

Mas se você pensar no médio/ longo prazo você vai ser muito rico falando chines. 

O que mudou no Raiam de 10 mil reais na conta pro Raiam de milhão na conta?

Primeira coisa, o peso. 

Eu fiquei mais bochechudo, mais gordinho, na verdade eu ganhei uns dez ou quinze quilos, mas por que? 

Porque hoje em dia eu não olho pro lado direito do cardápio do restaurante, e isso é algo muito libertador, tá? 

Eu vou no restaurante e peço tudo o que eu quero e como tudo o que eu quero, e realmente tem seu preço. 

Eu estou me policiando aqui nessa quarentena de Moscou, saio nas minhas caminhadas, falo meu pula-corda, braço, flexão, abdominal, para perder um pouco desse peso; coloquei aquele chip na bunda, mas realmente a principal mudança foi o peso. 

Outra coisa de mudança foi: eu estou pelo menos 100% mais escaldado. 

As pessoas tentam se aproximar de mim, fazer parcerias, sociedade comigo, e eu já chego com uma guarda NESSA ALTURA AQUI, porque quando você sobe e as pessoas sabem que você tem dinheiro, você vira uma escada, você vira um alvo. 

Então querendo ou não, o dinheiro me trouxe uma certa fragilidade, e por exemplo: eu não tenho tanta liberdade de andar solto pelo Brasil sem seguranças. 

Eu não confio em tantas pessoas como eu confiei no passado onde eu era um pouco mais humilde financeiramente. 

Mas em termos de personalidade, em termos de ousadia, eu continuo a mesma pessoa, continuo bobão, carente, mulherengo, intelectual pra caralho, escutando livro pra caraca, e gostando de viver a vida, viajar e sendo muito feliz. 

Ah! E quem diz que dinheiro não traz felicidade é porque é pobre e nunca vai ter dinheiro na vida. 

Dinheiro traz felicidade sim! 

Eu sou muito, muito mais feliz hoje do que eu era quando eu tinha 10 mil na conta, mas a leveza continua a mesma. 


 

Gostou desse conteúdo?

Veja o próximo: Vale a pena investir na bolsa de valores? - PAN #02

Kamilla