Mundo Raiam
Viagens

Como encontrar atletas olímpicas no Tinder?

10/08/2016

Esse post foge um pouco da pegada do site MundoRaiam mas vai ser de utilidade para muita gente nas próximas semanas.

Como eu escrevi no post 10 Lições Que Aprendi Na Olimpíada de Londresestou nos Estados Unidos e só volto depois da Olimpíada.

Hoje de manhã, estava zapeando os sites americanos de notícias e dei de cara com um título bem chamativo: Tinder Use Near the Olympic Village Has ‘Skyrocketed’ Since the Start of the Rio Games.

ablu

Parece que, em toda época de Olimpíada, a mídia internacional faz questão de soltar matérias falando sobre sexo na Vila Olímpica.

Dá Ibope né?!

A polêmica da “pulada de cerca” da saltadora Ingrid Oliveira estourou ontem à tarde e, desde lá, eu já vi umas 10 matérias sobre o assunto de fontes, línguas e países diferentes pipocando na minha tela.

Toma uns exemplos aí:

Hypeness: Dentro da Vila Olímpica o esporte mais praticado é o mais antigo: sexo

UOL Esporte: As Histórias de sexo, bebida e curtição na Vila Olímpica da Olimpíada de 1992

OK DiarioTres deportistas relatan las interminables fiestas sexuales en la Villa Olímpica

Vou confessar que fiquei com uma baita de uma curiosidade para saber o que realmente acontece dentro da Vila. Quem não ficou que atire a primeira pedra.

Ao longo dos 2 anos de existência desse site, já postei aqui mais de uma dezena de experimentos sociais que fiz ao redor do mundo e até escrevi um pouco sobre o uso do Tinder no sudeste da Ásia naquela série Negão Asiático.

Quando você tiver um tempinho, dá uma olhada nos capítulos de 48 Horas em Hong Kong e 48 Horas no Vietnã.

Entrar na Vila dos Atletas é praticamente impossível para nós meros mortais… mas eu descobri um jeito de tirar uma casquinha do clima liberal lá de dentro.

Tudo isso através do nosso bom e velho amigo Tinder. 

Daí eu resolvi fazer outro experimento social… dessa vez à distância.

Abri o Tinder e, em menos de meia hora…

… já encontrei uma nadadora do Time Brasil (não deu match… mó vacilo hein, Daynara)

…uma do nado sincronizado do Time Brasil (não deu match)

… uma medalhista de ouro da equipe de natação dos EUA (deu match)

… uma jogadora de badminton das Ilhas Maurício (match)

… várias negonas caribenhas do atletismo (vários matches)

… algumas meninas do iatismo da Dinamarca, Grã Bretanha e Itália (alguns matches).

É uma pena que eu estou longe e só vou voltar para o Rio no mês de setembro e todas as minhas “matches” já vão ter ido embora.

Já que eu não posso usufruir da minha própria descoberta vou compartilhar as “técnicas” com você aqui embaixo.

Apesar da linguagem mais masculina desse post, essas técnicas funcionam também para as mulheres que buscam um gringo bonito e sarado.

Boa sorte!

 

Passo 1: Tinder Plus 

Para fazer a gambiarra Olímpica, você precisa do Tinder Plus. A versão grátis e comum do Tinder não vai funcionar para esse negócio.

Você paga US$ 9,99 por mês se tiver menos de 30 anos e US$ 19,99 se for mais velho. (O TechTudo explicou nesse artigo a razão dessa discriminação de preço).

Acho que vale a pena você colocar um alarme no seu smartphone para cancelar o Tinder Plus daqui a 29 dias… senão os caras vão te cobrar pra sempre.

 

Passo 2: Speak English

Troca a descrição do seu perfil para inglês.

Inglês é a língua mundial e com certeza vai aumentar suas chances com as atletas dos 200 e poucos países que estão presentes no Rio essa semana.

 

Passo 3: Foto de atleta

Aproveitando o espírito olímpico, eu fiz questão de colocar umas fotos minhas da época do futebol americano. Apesar do futebol americano não participar da Olimpíada e de eu ter me aposentado há 2 anos, fiz isso por causa de uma lição que aprendi ao longo dos meus 4 anos no quadro de atletas da University of Pennsylvania: atleta atrai atleta.

Se você nunca competiu na vida ou não tem foto de qualidade fazendo esporte, pula esse passo.

 

Passo 4: Riocentro

Faz swipe para esquerda na página inicial do Tinder.

Daí clica na página de Settings e vai para o menu de localização.

Troca o default de “current location” e insere o seguinte CEP:

22783-127

Esse é o CEP do Riocentro hehehe.

Para quem não manja de Rio de Janeiro, o Riocentro é exatamente do lado da Vila Olímpica dos atletas.

Acho que se você escrever “RioCentro” na lacuna também vai funcionar.

 

Passo 5: O Raio

Esse passo é bem importante.

Num primeiro momento, eu só joguei para a esquerda.

Um canhão atrás do outro.

Aí eu comecei a me arrepender dos 10 dólares jogados fora com o tal experimento social.

Mas tem saída!

No default, o aplicativo vai te colocar a um raio de 30 milhas daquele ponto de escolha, no caso o Riocentro.

Isso não serve para nada já que vai cobrir o Rio de Janeiro praticamente inteiro.

Nosso objetivo é a Vila Olímpica aqui.

Troca esse raio de 30 milhas para…. 1 milha do Riocentro.

Quem mora a 1 milha do RioCentro? Só algumas pessoas dos condomínios de Curicica…. e as atletas da Olimpíada.

Touché!

Mãos à obra e boa caça, mestre Pokémon!

Só te peço uma coisa: se você colocar uma gringa (ou gringo) no currículo por causa desse post informativo, quero um email de agradecimento e uma mini-resenha no contato@raiamsantos.com. 

Ah… e se quiser dar aquela força comprando meus livros Hackeando Tudo, Turismo Ousadia, Wall Street e Missão Paulo Coelho, eu agradeço!

Tamo junto!

 

 

 

You Might Also Like

Entre para a LISTA VIP do Mundo Raiam e Receba os novos posts por e-mail. 
x