Mundo Raiam
Business books, Livros, Mercado Financeiro

Os 10 melhores business books que eu já li

22/01/2015

bizbook

10. The Buy Side – A Wall Street Trader’s Tales of Spectacular Excess (Turney Duff)


abuy1Essa é a autobiografia de um cara que caiu de gaiato em Wall Street.

Seus pais não eram ricos, ele não estudou em uma universidade top da Ivy League (mandou mal no vestibular SAT e se formou em Letras na fraca Ohio University), mudou-se para Nova York para ser jornalista, viu que ia morrer de fome no jornalismo, conseguiu uma vaguinha em uma firma no mercado financeiro e virou um trader multimilionario alguns anos depois.

É aquela velha história dos livros de finanças que descrevem o mercado financeiro de Nova York nos áureos anos 1990: dinheiro, sexo, drogas, álcool, poder … e falência.

Mas o diferencial é que o cara é ex-jornalista né. Então ESCREVE BEM PARA CARALHO!

9. Sonho Grande (Cristiane Correa)

abuy2

Tudo bem que o cara é o homem mais rico do Brasil, mas eu sou fã do Jorge Paulo Lehman porque ele é dos meus.

O cara domina O Segredo (com letra maiúscula mesmo). Aquele mesmo Segredo do best seller de auto ajuda que saiu há alguns anos atrás. Lei da atração, pensamento positivo, ambição… essas paradas que quase ninguém acredita.
O livro é bem biográfico, fala de coisas interessantes do mundo corporativo do Brasil ao longo dos anos mas, para mim, ficou resumido em uma frase:

“Sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho”.

8. Plutocrats – The Rise of the New Global Super-Rich and The Fall of Everyone Else (Chrystia Freeland)

 

Imagine VOCÊ trabalhando no Mercado Financeiro!

A média salarial inicial varia em torno de R$ 6.000 a R$ 9.000 por mês para recém formados. Quer aprender como chegar lá? Eu te mostro o caminho das pedras, vem comigo. Insira seus dados abaixo:

abuy3
O título já diz tudo. É o resumo da desigualdade social mundo afora: a ascensão dos super ricos e a queda do resto.

Na última eleição para a Casa Branca, uma das principais discussões foi a dualidade entre o “top 1%” e os outros 99% da sociedade americana.

Esse livro vai além! Ele não foca no 1% e sim no 0.01% da sociedade. Pessoas que os grandes bancos de investimentos chamam de UHNW, sigla para Ultra-High Net Worth individuals.

Pessoas que estudaram em Oxford, Cambridge ou na Ivy League, que freqüentam o forum de Davos, que vão para o Sul da França em maio para o Festival de Cannes e o Grand Prix de Monaco, que passam as ferias em Saint Tropez, Ibiza ou South Beach, que investem em bolsas de cinco fusos horarios diferentes e que passam o Reveillon em Saint Barts.

Freeland entrevista economistas, acadêmicos, políticos e os próprios plutocrats para tentar explicar por que o poder e a riqueza do mundo estão concentrados em cada vez menos pessoas.

O livro é meio triste e tem um fúnebre para o futuro da sociedade mas já li umas três vezes. Tem um capítulo que descreve as características dos futuros plutocratas… e eu me enquadro direitinho ali.

Quem sabe um dia…

7. Dethroning the King – The Hostile Takeover of Anheuser Busch, an American Icon (Julie Macintosh)

abuy4

Esse aí é um daqueles thrillers de suspense mas com personagens reais … e brasileiros que nem a gente.

Dethroning the King conta tudo que rolou atrás dos panos da negociação entre os brasileiros da Ambev e a Anheuser Busch e puxa toda a história daquela que fora a maior cervejaria do mundo durante décadas e décadas.

O que deixa o livro mais interessante é o fator “dor de cotovelo”!

O livro é escrito na visão de um americano que perdeu um dos maiores símbolos de seu mundo corporativo graças a sua própria indisciplina e a sagacidade dos executivos brasileiros.

6. Privatize Já (Rodrigo Constantino)

abuy5

Rodrigo Constantino é o cara!

Ele é feio, barrigudo, deve ter um 1,70 de altura mas escreve como se fosse um campeão mundial peso-pesado do UFC: bota a opinião dele lá e não tem medo de nada e ninguém. Respeito muito pessoas assim!

Privatize Já é simples e direto ao ponto. E excelente para todos aqueles que não votaram na Dilma nessa última eleição.

Constantino apresenta estatais ineficientes do Brasil como Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa, Correios e BNDES, dá exemplos e números dessa ineficiência (e muitos deles são tão inacreditáveis que parecem ser mentira), puxa empresas do mesmo ramo em outros países que deram o certo e, o mais importante de tudo, PROPÕE SOLUÇÕES.

Tudo isso sem perder o humor escrachado e a coragem de meter o dedo na cara dos outros que só o Constantino tem.

Se você odeia a “meritocracia dos concursos públicos” e não votou na Dilma na última eleição, vale a pena ler esse aí!

5. Get Rich Carefully (James J. Cramer)

grcare

Jim Cramer é odiado por 10 entre 10 profissionais do mercado financeiro.

Mas é tudo inveja! O cara é realmente foda e está aonde muitos deles queriam estar: na TV, no spotlight!

Para quem não conhece, ele tem um programa diário na CNBC americana chamado Mad Money no qual ele interage com os investidores amadores, ensina a galera a investir e dá seus pitacos sobre o mercado.

Cramer já escreveu uma porrada de livros (e eu já li quase todos) mas nesse aqui ele se superou. Ele basicamente ensina ao average joe a ser o pica das galáxias na análise de empresas.

Em Get Rich Carefully, ele passa setor por setor e mostra os principais indicadores que os investidores precisam prestar atenção para avistar alguma trend e ganhar uma grana (tanto no short quanto no long).

Geralmente os analistas são especialistas em um só setor mas o Jim Cramer é tão foda que consegue escrever e ensinar de maneira muito simples e direta tudo sobre mineração, petróleo e gás, consumo, elétricas, automóveis, industria pesada, defesa, telecom, internet, transporte, construção e até biotecnologia!

Para a galera que tá começando a investir, essa será sua bíblia!

4. Ascensão e Queda do Império X (Sergio Leo)

abuy6
Já dediquei um post inteiro a esse livro aqui na página (se quiser ler, clica aí).

Bonus points: leia “O X da Questão” de Eike Batista primeiro e rie um pouco antes de começar esse aí.

3. Young Money – Inside the Hidden World of Wall Street’s Post-Crash Recruits (Kevin Roose)

abuy7

Esse é bem pessoal. Parece até a minha história.

Young Money conta a história da mulecada de 20 e poucos anos que se forma nas melhores universidades dos Estados Unidos e vai trabalhar como analista em um dos grandes bancos de investimento de Nova York.

Já se imaginou com 21 anos morando sozinho em Nova York e botando no bolso um salario de uns US$9 mil dólares por mês?

Bom, de acordo com a historia dos 8 jovens que o autor descreve no livro, a parte da grana é o único ponto positivo.

Jornadas de trabalho de 16 horas diarias, noites em claro, regime de semi-escravidão, chefes autoritarios, demissões em massa, outsourcing, planilhas intermináveis de Excel, pílulas de cafeína, RedBull, cocaína, vodka, whisky, strip clubs, invernos rigorosos, psiquiatras, remédios tarja preta, depressão.

A leitura é boa e a conclusão melhor ainda!

2. Breakout Nations: In Pursuit of The Next Economic Miracles (Ruchir Sharma)

brk1

Esse aqui é foda.

Ruchir Sharma é estrategista e diretor de mercados emergentes do Morgan Stanley e escreveu essa obra prima aqui há uns 4 anos atrás, no final daquela euforia dos BRICs e do super ciclo das commodities.

Por causa do seu trabalho, Ruchir passou anos e anos viajando pelos mercados emergentes e acumulou uma base boa para fazer uma análise demográfica, política e econômica dos principais países em desenvolvimento.

É um livro de economia que qualquer mulequinho de 15 anos com o mínimo interesse em geografia pode pegar para ler e vai entender tudo (ou quase tudo).

São 11 capítulos, um para cada país. Ele analisa o caso de China, India, México, Brasil, Coreia do Sul, Nigeria, Turquia, África do Sul, Indonesia, Irã e Vietnã e diz se tal país é uma “breakout nation” ou não.

Se não tiver afim de ler o livro todo, vai direto para o capítulo “Is God Brazilian?” e veja o que ele falou sobre o futuro do nosso país em 2011.

1. Adventure Capitalist – The Ultimate Investor’s Road Trip (Jim Rogers)


brk2

Americano caipira do Arkansas ganha uma bolsa para estudar na Ivy League, vai trabalhar de analista de commodities em Wall Street, vira sócio do George Soros, fica multimilionário, se aposenta aos 38 anos e resolve dar a volta ao mundo de carro.

Duas vezes!

Adventure Capitalist é a continuação de Investment Biker e é um mix de travel book com business book.

Jim Rogers passou uns 3 anos viajando pelos lugares mais remotos do mundo e fez várias anotações. E ao invés de falar de paisagens naturais e pontos turísticos, ele analisa a sociedade e a economia de cada país que ele viaja.

Se ele gosta do que vê, ele vai no banco e investe uma grana em empresas locais.

O livro é interessante porque foi escrito em 2001 e faz varias previsões para o futuro de cada país. Estamos em 2015 e o cara acertou quase todas!

Não é à toa que Jim Rogers é um dos investidores mais respeitados do mundo, 30 anos depois de sua aposentadoria.


Curtiu o post? Então chega lá na minha lista de email!


LIVROS

Curtiu mesmo? Vai lá no Amazon ou no iTunes e dá uma olhada nos meus dois livros publicados:

Hackeando Tudo: 90 Hábitos Para Mudar o Rumo da Nossa Geração.

Ousadia: Intercâmbios, Mochilões e Business Trips do Brasileiro Que Deu a Volta Ao Mundo Antes dos 23.

UBOOK

O Ousadia e o Hackeando Tudo estão disponíveis em versão audiobook no aplicativo UBOOK também!

Já experimentou audiobooks? Toma aí um desconto para ganhar UM MÊS GRÁTIS de audiobooks ilimitados no Ubook.


AMAZON AUDIOBOOKS

Se você curte audiobooks e manja do inglês, altamente recomendo que você crie uma conta no Audible.

Clica aqui embaixo para desenrolar 2 audiobooks grátis lá no Audible.

Try Audible and Get Two Free Audiobooks

PALESTRAS

Para informações sobre palestras, envie um email diretamente para minha equipe em contato@raiamsantos.com.

You Might Also Like

Quer conseguir um emprego TOP no Mercado Financeiro?

O salário inicial médio varia em torno de R$ 6.000 a R$ 9.000 por mês para recém formados. Quer aprender o caminho das pedras?