Mundo Raiam
Motivacional

As Ferraris e os Fiat Unos: como eu expulsei as “pessoas tóxicas” da minha vida e criei a fraternidade Alpha

29/07/2015

Criei o hábito de acordar diariamente às 5 da manhã para ganhar três horas extras de produtividade e executar meus projetos paralelos de escritor, palestrante e empreendedor antes de sair para o trabalho.

Trabalho em um fundo de investimento e fico, em média, umas 10 horas por dia no escritório.

Pô mais pra quê acordar tão cedo, Raiam? Você pode muito bem escrever seu próximo livro, postar no blog e estruturar a nova empresa quando chegar em casa depois do trabalho!

Mas o foda é que eu chego do trabalho cansado e tenho zero inspiração à noite.

Desço do ônibus na Henrique Dumont e quando viro a esquerda na Visconde, tudo o que eu quero fazer é tomar banho e capotar na cama!

A saída foi implementar o Hack #34 do meu primeiro livro Hackeando Tudo: 90 Hábitos Para Mudar o Rumo da Nossa Geração (clique na foto para comprá-lo). 

1

Vou até aproveitar para colar o capítulo inteiro aqui:

 

Hack #34
Acorde Cedo


Frequência: Diária
Duração: N/A


Uma coisa muito comum entre as pessoas mais bem sucedidas do mundo é o fator early riser.


Pessoas como Sir Richard Branson, Robert Iger e Oprah Winfrey acordam antes das 6 da manhã, têm uma rotina matinal a seguir e só começam a produzir no trabalho de 2 a 3 horas depois de acordar.

 

Se você quer ter o tempo e a energia para conquistar tudo o que você planeja ao longo do dia, comece cedo!

 

Você vai ter tempo para ler, alongar, fazer exercício enquanto seus competidores ainda estão dormindo.

O primeiro passo para colocar seu relógio biológico em modo Oprah é comprar um despertador.

 

Ah, mas eu já tenho um alarme no meu smartphone.

 

É exatamente por isso que você tem que comprar um despertador!

 

Esqueça essa função.

 

O smartphone emite blue-light que é algo prejudicial para o seu sono. Durante a noite, o smartphone tem que estar é desligado.

 

Bônus: coloque o despertador do outro lado do quarto para dificultar as coisas para o botão snooze, inimigo #1 da disciplina e da pontualidade

A primeira coisa que eu faço quando acordo é pegar meu iphone e escutar um áudio motivacional ganhar minha dose de energia para o dia.

Abro o YouTube e escrevo o nome de um desses três caras:

ericthomas

Eric Thomas, the Hip Hop preacher

ericthomas3

Tony Robbins, o pai da programação neurolinguística

 

ericthomas2

Les Brown, autor de Live Your Dreams

 

Acabei de escutar 10-15 minutos do motivacional dos meus gurus?

Vou lá no Instagram (me segue lá @r2raiam?), compartilho um pouco da sabedoria deles com o mundo e escrevo meu mantra:

RISE AND GRIND!

É por isso que, todo dia que você acorda e abre o Instagram, tem um post do Raiam lá.

Funciona pra mim.

Uma das principais lições que eu aprendi com o Eric Thomas foi a questão das amizades.



friends


código desconto airbnb cupom


Ele diz que o ser humano é a média das 5 pessoas com as quais ele passa mais tempo.

 

Faz sentido!

Eu já dei duas voltas ao mundo, morei em Londres, Nova York, Los Angeles e Barcelona…



e nunca vi um Fiat Uno estacionado entre uma Ferrari e um Porsche.

Fiquei com isso na cabeça e resolvi inovar.

Tenho poucos arrependimentos na vida mas uma parada que eu sinto que fez falta foi não ter feito parte de uma daquelas fraternidades de faculdades americanas quando estudava na University of Pennsylvania.

Foram vários motivos que me levaram a não trilhar esse caminho.

Primeiro que eu não queria me submeter a três meses de “tortura”.

A verdade é que as fraternidades americanas exageram nos rituais de iniciação.

O recruta (pledge) é quase que um escravo para os “brothers” das fraternidades.

Eu ainda estava me adaptando a rigidez do currículo da Wharton School e não fazia sentido dedicar minha vida à fraternidade enquanto eu estava me fudendo nas aulas.

Para agravar essa situação, eu era atleta federado na NCAA e ainda tinha que ir aos treinos da equipe de futebol americano e viajar aos fins de semana para jogar.

trofi

Com fraternidade e futebol americano, aonde eu ia arrumar tempo para estudar?

Outra questão que me distanciou disso aí foi a grana.

Eu era bolsista e os membros das fraternidades precisam pagar “dues” em torno de mil dólares por semestre. 

Você adivinhou certinho: A BOLSA DE ESTUDOS NÃO COBRIA O MEMBERSHIP DA FRATERNIDADE.

Fiz uns cálculos de fluxo de caixa, valor presente líquido e custo de oportunidade para fazer a “análise do investimento”.

Com aquela mente de economista mão-de-vaca, pensei assim:

Caramba! Vou pagar 2 mil dólares por ano só para “ter amigos”? Acho que não vale a pena não.

Mas isso é foda da cultura americana.

Eles sabem a importância do networking, das conexões humanas e colocam em prática essa teoria da MÉDIA DAS 5 PESSOAS!

Estou no Brasil há quase 2 anos e, nos primeiros 12 meses, andava com uma galera meio tóxica.

Tóxica pode ser uma palavra meio forte mas era um pessoal sem ambição, sem perspectiva, com uma mentalidade meio negativa que me puxava pra baixo.

O que aconteceu? Aquela teoria da média das 5 pessoas se concretizou e eu me rebaixei àquele nível dos “sem-ambição”.

E nesse grupo eu incluo os meus próprios pais!

Também tem a galera do grupo do whatsapp e o pessoal do futebol americano.

Meu pai é funcionário público e, apesar de odiar o emprego dele, queria que eu fizesse concurso público por causa da tal ESTABILIDADE.

O pessoal do Whatsapp passava o dia inteiro falando mal dos outros, mandando meme e vídeo de putaria.

O pessoal do futebol americano não pensa em outra coisa a não ser futebol americano.

Conheço uma galera que perdeu oportunidades nos estudos e na carreira porque apostaram (e continuam apostando) que o esporte vai ser grande no Brasil e eles vão viver disso.

Fiquei nessa vibe aí por um ano inteiro.

Resultado: vivia brigando com meus pais, passava o dia fofocando e trocando vídeo de putaria no Whatsapp e só pensava em futebol americano.

Foi a fase que eu fiquei TOTALMENTE ESTAGNADO NA VIDA.



Mas tubarão anda com tubarão. Não tem jeito!

E quem me acordou pra isso foi meu grande amigo Gerson Saldanha.

Gerson Saldanha

Não me canso de contar a história do Gerson porque ele foi o cara que me levantou.

Foi ele que me inspirou a escrever o Hackeando Tudo e me mostrou todo o passo-a-passo que tinha que fazer para publicar meu livro na internet e registrá-lo na Biblioteca Nacional.

Gerson é negão que nem eu, mora em uma favela de São João de Meriti e é um verdadeiro hustler.

Ele era barbeiro da Marinha.

Viu que num tinha futuro nenhum cortando o cabelo dos oficiais e, aos 23 anos, começou a correr atrás de algo melhor para a vida dele.

Recebeu bolsas de estudos para fazer cursos em Seattle, Londres e Nova York, publicou dois livros e rodou o Rio de Janeiro inteiro dando palestras motivando a mulecada jovem das classes menos privilegiadas a pensar grande.

Nos últimos 3 meses, ele foi homenageado pela presidente Dilma, pelo Consulado Americano e teve matérias sobre sua vida na Revista Veja, no Jornal Extra e no Jornal O Globo.

Tive a oportunidade de assistir a palestra dele na Estácio e me emocionei muito.

O cara é sinistro.

Um dia, ele passou aqui em casa e a gente teve a idéia de unir a galera mais pica que a gente conhecia por aqui.

Só o 1%!

Chamei meus dois pupilos Felipe Fortuna (Aspira) e Felipe Monteiro para conhecerem o Gerson e trocar idéia sobre empreendedorismo e fazer brainstorming.

Foi nesse dia que nasceu a fraternidade Alpha.

Como vocês sabem, faço palestras motivacionais sobre carreiras, mercado financeiro e intercâmbio no exterior em escolas, universidades e empresas.

No final de cada palestra, eu dou um “call to action” para a galera:

Faço um merchant do meu HackeandoTudo e libero meus contatos de email para que os jovens possam trocar idéia comigo e que eu possa ajudá-los em alguma coisa.

Mas aviso logo: eu te ajudo e te conecto com a pessoa que você quiser mas só manda email se tiver lido meu livro e ESCREVA O HACK QUE VOCÊ MAIS SE IDENTIFICOU.

Umas 2mil pessoas já participaram das minhas palestras.

Menos de 1% respondeu ao “call-to-action”.

Qual foi o passo inicial para formar a fraternidade Alpha?

Pesquei meia dúzia de muleques fora-de-série das palestras que eu fiz e uni essa galera a uns caras fodas do mercado financeiro que eu conheci ao longo da vida.

A gente se reúne uma vez por semana para discutir sobre empreendedorismo, mercado financeiro, produtividade, inspiração, psicologia, confiança e… o que não pode faltar em nenhuma conversa de macho: mulher e futebol também.

E o que surgiu de idéias nesses encontros não está no gibi.

E é o seguinte: para eles, a crise não chegou. Ainda não escutei ninguém reclamando de crise.

A crise é uma oportunidade ainda maior para construir algo de longo prazo e que vai mudar o mundo.

Tenho a leve impressão de todo mundo ali vai ser milionário. Vou guardar esse post para daqui a 20 anos.

Ainda não vou dar nome aos bois mas se liga no naipe da galera que eu “recrutei” para o Alpha.

….Um ex-sem-teto, ex-garçom, ex-vendedor ambulante que hoje é analista do BTG Pactual, um dos principais bancos de investimento do Brasil

….Um jovem de 19 anos que criou uma startup de energia solar e lê papo de 3 livros por semana

…Um filho de frentista de posto e de cabelereira da Baixada Fluminense que aprendeu a programar com 15 anos, passou no vestibular com 16 e hoje está no 6o período de Engenharia de Produção na UFRJ… com 19 anos.

…Um cara que teve filho aos 20 anos mas conseguiu se reerguer, se formou na faculdade, fez pós-graduação no exterior, CFA e hoje é sócio de um fundo de investimento com 26.

Segunda feira vai rolar a Conferência ENE da fundação estudar lá em São Paulo.

Para essa conferência, Jorge Paulo Lemann (o homem mais rico do Brasil) escolheu a dedo os 500 jovens mais promissores do Brasil.

Tenho orgulho de dizer que nada menos que 6 membros atuais da fraternidade Alpha estarão presentes!

Bom, escrevi 1638 palavras para fazer você refletir o seguinte: as pessoas que te cercam são as as pessoas que vão te botar pra frente e vão te motivar a transformar seus sonhos em realidade?

raiam

 

Grande abraço!

 

~Raiam
@r2raiam
facebook.com/r2raiam
raiamsantos.com 


Curtiu o post? Então chega lá na minha lista de email!


LIVROS

Curtiu mesmo? Vai lá no Amazon ou no iTunes e dá uma olhada nos meus dois livros publicados:

Hackeando Tudo: 90 Hábitos Para Mudar o Rumo da Nossa Geração.

Ousadia: Intercâmbios, Mochilões e Business Trips do Brasileiro Que Deu a Volta Ao Mundo Antes dos 23.

UBOOK

O Ousadia e o Hackeando Tudo estão disponíveis em versão audiobook no aplicativo UBOOK também!

Já experimentou audiobooks? Toma aí um desconto para ganhar UM MÊS GRÁTIS de audiobooks ilimitados no Ubook.


AMAZON AUDIOBOOKS

Se você curte audiobooks e manja do inglês, altamente recomendo que você crie uma conta no Audible.

Clica aqui embaixo para desenrolar 2 audiobooks grátis lá no Audible.

Try Audible and Get Two Free Audiobooks

PALESTRAS

Para informações sobre palestras, envie um email diretamente para minha equipe em contato@raiamsantos.com.

You Might Also Like

Receba os novos posts do Mundo Raiam por e-mail. Insira seus dados ao lado:
x